Guia de viagem de Baikonur, Cazaquistão

O primeiro e maior centro espacial do mundo

Júlio Verne e Herbert Wells destacaram a questão dos voos espaciais muito antes do lançamento do primeiro foguete, mas o gatilho para as viagens espaciais foi uma guerra, a Guerra Fria entre a URSS e os EUA. Uma arma nuclear teve que ser entregue ao inimigo na velocidade do foguete; assim, eles iniciaram testes que exigiam áreas de teste. Foi assim que começou a história de Baikonur.

Em 1954, as autoridades da URSS encarregaram cientistas e oficiais militares de encontrar um local conveniente para a construção de áreas de teste. Poucas condições foram aplicadas: grande região subpovoada e não agrícola, disponibilidade de estação ferroviária para entrega de carga e blocos de foguetes, acessibilidade de águas potável e técnicas, e algumas outras. Havia apenas 3 locais adequados encontrados no território do vasto país. A região das estepes do Cazaquistão, nas margens do Syr-Darya, perto da pequena aldeia Tyuratam, com uma ferrovia Moscou-Tashkent nas proximidades, era adequada para a construção do cosmódromo.

Baikonur está localizado no território do Cazaquistão, mas até 2050, é alugado pela Rússia. É por isso que a legislação russa se aplica ao território da cidade e do cosmódromo. O rublo russo é usado como moeda.

Apesar de Baikonur não ser mais um objeto militar secreto, ainda é necessário obter a permissão da Roscosmos (organização russa responsável pela exploração espacial) para entrar na cidade e no centro espacial. Você será solicitado a fornecer a permissão em todos os pontos de verificação na entrada e saída. Além disso, é necessário solicitar este documento 2 meses antes da viagem a Baikonur. Existem 40 agências de viagens em todo o mundo que podem se inscrever.

O guia de viagem de Baikonur não estará completo sem os detalhes dos pontos turísticos. A cidade relaciona-se excepcionalmente com o espaço e, portanto, todos os pontos turísticos da cidade e do cosmódromo estão ligados à história da construção de foguetes e ao espaço. Porém, há poucas exceções: uma velha locomotiva, uma Igreja Ortodoxa e uma mesquita muçulmana bastante nova.

Os principais pontos turísticos de Baikonur incluem dois museus (um na cidade e outro no cosmódromo) e vários monumentos espalhados pela cidade. A cidade tem muitos bustos de famosos projetistas de foguetes e astronautas; no entanto, o monumento mais brilhante de todos é o modelo do foguete Soyuz.